Imprensa

Logística reversa: o que é e qual a sua importância na gestão de resíduos

Você já deve ter ouvido, em algum momento, a expressão logística reversa. Este conceito não é novo, mas tem ganhado cada vez mais importância e destaque nos esforços de empresas e governos para diminuir o impacto ambiental e social da destinação inadequada de lixo. Até porque, vale lembrar, nem todo lixo é lixo – e nem todo lixo pode ser descartado em qualquer lugar.

A logística reversa é um processo que prevê o retorno de materiais já utilizados pelos consumidores para as empresas de origem, que fabricaram esses materiais. Isto garante que esses produtos e resíduos tenham uma destinação adequada, seja sendo reaproveitados ou descartados de forma apropriada.

PNRS

No Brasil, a logística reversa virou instrumento de política pública por meio da lei 12.305, de 2010, que criou a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). A lei reforçou a noção de responsabilidade compartilhada, que está no cerne da logística reversa – afinal, para que esses materiais voltem aos fabricantes, é preciso que os consumidores e os varejistas, que venderam os produtos, também se envolvam no processo.

Há uma série de produtos que precisam ser devolvidos aos fabricantes e não podem simplesmente ser entregues para a coleta comum de lixo. Entre eles estão as lâmpadas fluorescentes, pilhas e baterias, pneus, óleos lubrificantes, produtos eletroeletrônicos e agrotóxicos (o que inclui seus resíduos e embalagens).

Nestes casos, é preciso que as empresas fabricantes busquem maneiras de incentivar os consumidores a devolverem esses produtos, seja pagando para receber os resíduos ou, o que é mais comum, criando postos de coleta em lojas e supermercados. Outra saída tem sido recorrer a parcerias com cooperativas, para o recolhimento dos resíduos.

Grupo Positivo

A KWM desenvolve um projeto de logística reversa junto com o Grupo Positivo, desde o fim do ano passado. Livros didáticos, apostilas e outros materiais impressos pela Positivo são recolhidos por caminhões da KWM e encaminhados para o processo de reciclagem.

Redes sociais

Quer acompanhar a nossa rotina e receber novidades e conteúdos exclusivos? Acompanhe a KWM nas redes sociais, no Facebook, LinkedIn e Instagram!